OXIGENOTERAPIA

VIDA NOVA COM QUALIDADE

Diabetes mellitus, ou simplesmente diabetes, é um grupo de doenças metabólicas em que se verificam níveis elevados de glicose no sangue durante um longo intervalo de tempo. Os sintomas da elevada quantidade de glicose incluem necessidade frequente de urinar e aumento da sede e da fome.

Quando não é tratada, a diabetes pode causar várias complicações. Entre as complicações agudas estão a cetoacidose, coma hiperosmolar hiperglicémico  ou morte.

Entre as complicações  a longo prazo estão doenças cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais, doença renal crónica, úlceras no pé e retinopatia diabética.

 O pé diabético é uma complicação do Diabetes mellitus e ocorre quando uma área machucada ou infeccionada nos pés desenvolve uma úlcera (ferida). Seu aparecimento pode ocorrer quando a circulação sanguínea é deficiente e os níveis de glicemia são mal controlados. Qualquer ferimento nos pés deve ser tratado rapidamente para evitar complicações que possam levar à amputação do membro afetado.

O tratamento de feridas complexas é considerado um grande desafio para os profissionais de saúde, sobretudo, quando as doenças que causam essas lesões são agravadas com o tempo. No entanto, a evolução de alguns procedimentos médicos proporcionaram o surgimento de terapias bastante eficazes no tratamento de lesões ulcerativas.

A oxigenoterapia hiperbárica é uma delas, o método terapêutico que permite a inalação de oxigênio puro 100% através de uma câmara hiperbárica operada por profissionais da área da saúde, tais como enfermeiros e técnicos de enfermagem, é cada vez mais recomendada e comum entre os profissionais especializados em medicina hiperbárica.

 

Sem título-1.jpg

A falta de oxigênio no corpo faz com que o mesmo não trabalhe de forma esperada, é o que ocorre com os ferimentos de difícil cicatrização, pois o tecido precisa dispor de oxigênio suficiente para que haja o funcionamento das células e principalmente a recomposição do tecido, desse modo, a oxigenoterapia tem um papel importante no tratamento de feridas, bem como, na redução de amputações causadas por lesões ulcerativas.